top of page

A Vida Antes do Homem

Nunca tinha lido nada da Margaret Atwood. Uma vez, muito tempo já faz, eu li uma referência elogiosa (“quer casar comigo?” ou algo do tipo) em uma tirinha do Laerte. Fiquei com o nome e a boa impressão na cabeça, afinal o Laerte, como cartunista canonizado não faria uma referência explícita a qualquer um.

Então o acaso a trouxe para perto de mim: um dia, enquanto me dirigia à estante de literatura nacional na (nova e ótima) Biblioteca São Paulo, um livro dela apareceu na minha frente: A Vida Antes do Homem. Magneticamente o livro colou na minha mão e tive que trazê-lo para casa.

O livro é um fluxo. A história começa logo após um fato decisivo, e termina um pouco antes de outro fato importante acontecer. Ao longo da narrativa sutil, três personagens se alternam narrando suas versões dos fatos. São seres reais, vivos. Pessoas que sorriem bom-dia enquanto borbulham de ódio, mágoa ou indiferença. Pessoas que não sabem bem o que está acontecendo e prosseguem mesmo assim, tentando controlar seu destino enquanto decisões tomados pelos outros mudam o curso de suas vidas. A vida psicológica, as contradições e a complexidade de cada um vão lentamente sendo contruídas através dos capítulos. Ora um narrador onisciente, ora o próprio personagem em seu fluxo de associações e atos e assim um universo físico e psicológico vai sendo montado. A Tia Muriel (foi daí que você tirou o nome, Laerte?) e sua rigidez moral, desumana, projetando sua sombra sobre a pobre Elisabeth que (em nome das filhas pequenas?) tenta manter seu casamento quase de fachada com Nate, também oprimido por sua mãe idealista (mas no íntimo, desesperada), enquanto este dá os primeiros passos para trocar de amante, conhecendo a delirante e obsessiva paleontóloga que mantém uma relação suficiente mas não totalmente satisfatória com William, cuja violência insuspeitada a empurra em definitivo para seu novo, e não menos insatisfatório, destino.

Uma decisão tomada por uma das personagens irá mudar novamente tudo, mas antes disso, o livro acaba.

Margaret Atwood, quer casar comigo?

serviço: A Vida Antes do Homem Margaret Atwood 351 pgs Editora Rocco

Comentários


bottom of page